sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Quedas do Rio Lúrio - Moçambique

Mais do que a visita às quedas do Rio Lúrio, a alguns quilómetros do Chiúre, foi um fim-de-semana de convívio. Portugueses, espanhóis, argentinos, senegaleses, chilenos, suíços e moçambicanos faziam-se representar num grupo muito divertido que se encontrou para comemorar o aniversário do casal anfitrião.

Ao regressar ao Chiúre assisti a um momento cultural à moda moçambicana com música e dança. Depois o encontro de amigos, o jantar, o convívio e as tendas que aguardavam por nós no jardim da casa para o descanso.







Momento cultural à moda de Moçambique

 
 O grupo


No dia seguinte rumámos às quedas, estivemos com o "domador" de cobras de uma aldeia local e chegámos depois de muita poeira ao destino. Centenas de pessoas, apareceram das aldeias , para ver os "mzungus" a banharem-se na piscina das quedas.




 O "Domador" de cobras, explicando como tirava o veneno das cobras que encontrava. Dizia que tinha dezenas delas (embora todas estivesses à solta) e que nenhuma fazia mal a ninguém. Ninguém acreditou.


 
 

 Gente local


 Atravessando as aldeias



 A chegada às quedas (a época de chuva ainda não tinha começado possibilitando a descida até às suas  piscinas)





 População local: todos nos vieram ver


 
Todos nos acompanharam até às piscinas (mesmo com a chuva chegámos até lá)





Esperavam-nos uns mergulhos sempre com a máxima atenção da população local


É contagiante a alegria das crianças



 No final, depois das despedidas feitas, enquanto me dirigia para a mota uma autêntica multidão correu até ao local para ver, uma vez mais, a "mota que parece carro" ganhar velocidade e afastar-se dali no meio do pó.

1 comentário:

  1. Como gostei de ler e ver as imagens destes locais que frequentei e conheci tão bem!
    Branquinho

    ResponderEliminar